Mentira que me digo a mim mesma nos dias em que menos me apetece sair de casa para trabalhar

Seja porque não quero largar os meus meninos, nem na escola, nem em lado nenhum.

Seja porque já constatei que o trânsito está insuportável.

Seja porque me apetece desesperadamente ter 24h de pura dondoquice, vulgo não fazer nada.

“Um dia vou ganhar o Euromilhões”.

Podia ser hoje, que é sexta-feira… Mentira, naturalmente. Mais que isso, impossibilidade prática: nem sequer jogo.

Mas, por breves instantes, o pensamento de ter recursos ilimitados para fazer tudo o que quiser e nada, se for a essa a minha vontade, reconforta e encoraja.

Quem nunca?